• IGG

O esqueleto e a passagem dos anos

Atualizado: 19 de out. de 2020

Com frequência, ouvimos pessoas mais velhas reclamarem de dores em articulações, lombar e cervical. Também vemos idosos fragilizados, com certa facilidade de sofrerem fraturas.


Por quê? Será que devemos temer o envelhecimento do esqueleto?

Conforme passam-se os anos, as articulações podem se desgastar, favorecendo o surgimento de osteoartrose, condição muito comum, capaz de causar dor. Além disso, algumas doenças imunológicas, como a artrite reumatóide, por exemplo, são capazes de inflamar as articulações, e também podem acometer essa faixa etária.


Ao longo do tempo, perdemos massa óssea, o que, em certos indivíduos, pode levar à osteoporose - que predispõe a fraturas e, assim, dor. As dores também podem ter origem muscular, ou mesmo não pertencerem ao sistema musculoesquelético.


Parece assustador?

Não se preocupe. Existem tratamentos e modos de prevenir todas essas patologias, mantendo uma vida ativa e saudável.


O médico é capaz de diferenciar as doenças, além de criar as condições ideais para que sejam combatidas, entre tratamentos e remoção de fatores de risco. Consulte o seu!


0 visualização0 comentário