top of page

Quando procurar um geriatra?

Atualizado: 19 de out. de 2020



Envelhecer faz parte da vida. Não temos como escapar disso. Porém podemos viver essa experiência de uma forma saudável e menos drástica. É possível não sofrer conforme ficamos mais velhos.

Uma forma de saber como seguir esse caminho é com a ajuda de um médico geriatra.


Geriatra é médico de idoso

Não necessariamente. Claro que a maior parte dos pacientes de um geriatra são idosos, mas esse profissional pode ajudar pessoas que não chegaram aos 60 anos, mas já sentem os efeitos do envelhecimento.

É recomendado que qualquer um acima de 40 anos comece a se consultar com um geriatra ou um gerontólogo. Planejamos nossa vida financeira para nos aposentarmos com segurança, mas também é preciso escolher bem quem cuidará de nossa saúde nos dias futuros. Geriatras e Gerontólogos são profissionais especializados em promover uma longevidade saudável e ativa.


Geriatra e gerontólogo

A gerontologia é o estudo do envelhecimento, então esse profissional é capaz de criar um planejamento para que a pessoa passe por esse momento de forma mais saudável possível, visando qualidade de vida e independência.

O profissional com especialização em gerontologia não necessariamente é médico, por isso traz uma visão interdisciplinar para o envelhecimento e a velhice. Esse profissional pode ser terapeuta ocupacional, psicólogo, fisioterapeuta, nutricionista, entre outros.

O geriatra, por sua vez, é o profissional que passou pela formação médica e residência em geriatria, ou fez prova de título. O médico geriatra visa promover a saúde através da prevenção e tratamento de doenças ligadas ao envelhecimento, além da reabilitação dessa população e oferecer cuidados paliativos quando necessário.


O que fazem esses profissionais?

O geriatra e gerontólogo trabalham nos mais diversos aspectos do envelhecimento. O início é o foco na prevenção, analisando os problemas que podem surgir e criando condições adequadas para a pessoa. Isso envolve instruções de como o ambiente, hábitos e rotina podem interferir nesse processo, e oferecer as alterações necessárias.

Também trabalham nos aspectos mais avançados do envelhecimento, como recuperação, reabilitação e cuidados paliativos. Esse profissional irá acompanhar o paciente do início do processo de envelhecimento até o final de sua vida, buscando oferecer dignidade e bem-estar.


E outros médicos?

O geriatra não substitui a necessidade de outros especialistas. Na verdade, o trabalho em conjunto nas mais diversas vertentes auxilia profissional a ter uma visão detalhada da saúde de seu paciente, podendo responder rapidamente às necessidades que aparecerem.

Neste caso, o geriatra irá unir os esforços dos outros especialistas em um plano único e coeso para o paciente.


Por isso, quanto antes o acompanhamento com o geriatra e gerontólogo for iniciado, melhor a perspectiva de uma velhice saudável e independente.


93 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page