top of page

A importância dos cuidados com os idosos durante o verão

Janeiro chega com o verão trazendo sol e calor em todo o Brasil, e muitas famílias aproveitam para curtir a praia, clubes e cachoeiras. Nessa época do ano é preciso uma atenção especial aos cuidados com os idosos, pois seus corpos têm menor capacidade de se adaptar às altas temperaturas.

As precauções são importantes para evitar problemas graves como a hipertermia e a desidratação. Por isso, destacamos 5 dicas sobre os cuidados que os idosos devem ter com a saúde no verão. Muitas vezes, hábitos simples e fáceis de colocar em prática.

Hidratação

É importante ter o hábito de beber água, mesmo não estando com sede. Uma dica é sempre oferecer ao idoso alguma opção de líquido durante todo o dia. Além de muita água, pode ser oferecido sucos de fruta natural, água de coco ou chás.

A transpiração no verão é bem maior, por isso, o consumo de água também deve ser proporcional. Uma boa dica para saber se o idoso está devidamente hidratado é observar a cor da sua urina. Ela precisa ter um aspecto claro. Se estiver amarelada é sinal de que ele precisa ingerir mais água.

Uso de protetor solar

No verão, as temperaturas no Brasil podem chegar a 35° ou mais em muitas regiões e um grupo que sofre com esse calor são os idosos, pois a pele nessa fase fica mais sensível. Por isso, mesmo estando em casa ou saindo para fazer atividades de rotina, é importante que o idoso faça o uso do protetor solar regularmente para proteger a pele contra os nocivos raios UV e possíveis queimaduras. Lembrando de reaplicar a cada duas horas em média, com FPS acima de 30, mesmo se estiver na sombra.

Outra dica importante é fazer uso de acessórios que possibilitam também uma proteção física ao sol, como o uso de chapéus, bonés, roupas de manga longa com proteção UV, óculos escuros e sombrinhas/ guarda chuva.

Alimentação equilibrada

Uma dieta equilibrada e rica em vitaminas e sais minerais é muito importante no cuidado com o idoso durante o verão. É importante optar por alimentos que sejam leves e que contenham bastante líquido porque, além de aumentar a disposição e facilitar a digestão, é uma ótima maneira de garantir a hidratação do corpo.

No cardápio, dê preferência para as frutas, verduras, legumes, cereais integrais e carnes brancas. Trazendo sempre cor e diversidade ao prato.

Uso de roupas leves

Outra alteração que o envelhecimento provoca é a redução na percepção do calor e, também, na capacidade de eliminar o calor do corpo. Por isso, principalmente durante o calor, é importante a utilização de roupas leves e que permitam uma boa ventilação corporal e evitem a hipertermia.

Roupas largas e confeccionadas em algodão são as mais indicadas para serem usadas na época mais quente do ano.


A pele da pessoa idosa é bem sensível e precisa de muitos cuidados nessa fase da vida. Ela possui uma maior tendência ao ressecamento, por isso a indicação é, além da hidratação e do uso do protetor solar, também realizar a hidratação da pele com o uso de um bom hidratante corporal diariamente.

O ideal é que o idoso sempre use o hidratante logo após o banho. Lembrando que, a temperatura indicada para o banho é de morno ou frio, nunca com a água muito quente.


Além dessas dicas, é muito importante ficarmos atentos ao desequilíbrio térmico e sinais de desidratação, como lábios e língua secos, diminuição da quantidade de urina, dor de cabeça, alterações de comportamento (apatia, agitação ou confusão mental), tonturas, contraturas musculares, náuseas e fraqueza.

Ao perceber qualquer alteração no comportamento ou na saúde do idoso, é muito importante procurar atendimento médico para avaliação do quadro e, se necessário, iniciar com o tratamento.




29 visualizações0 comentário

Σχόλια


bottom of page